A Clinica

A Clínica Dr. Pedro Carvalho, localizada no centro de Três Rios, foi concebida para receber, confortável e atenciosamente, pacientes que desejam tratamento em Cirurgia Plástica. Buscando proporcionar saúde e bem-estar, nossos ambientes foram planejados e equipados para atendê-lo com privacidade e aconchego.

Em Paraíba do Sul, temos um espaço para atendê-lo na especialidade de Otorrinolaringologia.

Dr. Pedro

O Dr. Pedro Paulo Carvalho da Silva tem registro no CRM-RJ (61360-3) como Cirurgião Plástico (RQE Nº: 23770) e Otorrinolaringologista (RQE Nº: 7901). Tem as seguintes filiações:

- Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
- Membro Titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
- Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões
- Membro Titular da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica e Reconstrutora da Face
- Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões
- Member of The International Federation of Facial Plastic Surgery Societies (IFFPSS)

Formou-se em Medicina no ano de 1995 pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), onde teve seus primeiros aprendizados em Otorrinolaringologia e Cirurgia Plástica, quando fez Internato Médico nessas especialidades. Encantado pelas microcirurgias otorrinolaringológicas, especializou-se em Otorrinolaringologia, fazendo Residência Médica por três anos no Hospital Universitário Pedro Ernesto (UERJ), seguindo-se por dois anos de Pós- Graduação (Mestrado) na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Com grande interesse pela Cirurgia Plástica Nasal, participou de diversos cursos nacionais e internacionais sobre o assunto durante a Residência Médica e Mestrado. Durante ano de 2000 realizou Estágio no Serviço de Rinologia da Universidade de São Paulo (USP), quando aprimorou seus conhecimentos sobre Cirurgia Plástica Nasal e Facial. Com o objetivo de manter o aprimoramento desses conhecimentos, no ano seguinte, realizou Estágio na Clínica Dewes (RS), por um período de seis meses.

Com a busca incansável de conhecimentos para qualificar seu trabalho, fez Pós-Graduação durante dois anos em Cirurgia Geral na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Posteriormente, fez, durante três anos, a formação em Cirurgia Plástica no Hospital Federal dos Servidores do Estado (RJ). Além disso, fez Pós-Graduação em Cirurgia Plástica na Universidade Gama Filho e Pós-Graduação em Medicina Estética (Faculdade de Medicina Souza Marques). Também fez estágios e cursos em diferentes Serviços e com diferentes Médicos Otorrinolaringologistas e Cirurgiões Plásticos, brasileiros e estrangeiros. Mantém constante renovação de seus conhecimentos e experiências profissionais em diversos cursos, workshops, simpósios e congressos nacionais e internacionais, participando como ouvinte e como palestrante.

É Médico Efetivo do Ministério da Saúde e foi, durante quatro anos, Médico Staff no Programa de Residência Médica em Otorrinolaringologia do Hospital Federal dos Servidores (HFSE). Há cerca de 7 anos é Médico Staff no Programa de Residência Médica em Cirurgia Plástica do HFSE.

Cirurgias


- Prótese de mama

A cirurgia consiste na inclusão de implante de silicone (prótese de silicone) para aumentar o volume das mamas, corrigir uma assimetria importante ou para restaurar o volume perdido após uma grande perda de peso ou gestação.

A prótese é, mais frequentemente, colocada abaixo da glândula mamária. Mas, a depender de cada caso, também pode ser colocada abaixo do músculo peitoral ou abaixo da fáscia do músculo peitoral (“película” que recobre o músculo). Ela pode ser introduzida através do sulco submamário (através de incisão pequena abaixo da mama) ou por incisão ao redor da aréola (periareolar). Há ainda a possibilidade de ser colocada através da axila. São preferidas as próteses de silicone gel altamente coesivo (que não vazam) e texturizadas.

O tamanho da sua prótese será escolhido com a sua participação. Mas o cirurgião deve levar em consideração a largura do seu tórax, o tamanho da sua mama e a presença de pele e de tecido mamário, antes de definir o volume da prótese. Como em qualquer cirurgia estética, o bom senso estético se faz necessário.

- Mastopexia ( Sustentação da mama)

A cirurgia consiste na retirada de pele, no ajuste e no reposicionamento do tecido mamário, com o objetivo de dar um aspecto mais firmes e elevar as mamas. As aréolas também são reposicionadas e podem ter o seu tamanho diminuído, se necessário. As cicatrizes resultantes costumam ser ao redor das aréolas, logo abaixo delas e no sulco submamário. A tamanho da cicatriz abaixo da mama dependerá da quantidade de pele à ser retirada.

A depender das características da sua mama, também pode ser realizada, junto com a mastopexia, a inclusão de uma prótese de silicone.

- Mamoplastia Redutora

Tem o objetivo de reduzir o volume mamário, tornar a mama mais leve e, em alguns casos, mais firme. Na cirurgia são feitas a remoção do excesso de tecido glandular e de pele. As mamas são reposicionadas e as aréolas podem ter o seu tamanho diminuído. As cicatrizes resultantes costumam se posicionar ao redor das aréolas, logo abaixo delas e no sulco submamário (aspecto em “âncora”). O tamanho da cicatriz abaixo da mama dependerá da quantidade de pele à ser retirada. A cirurgia é realizada sob anestesia geral.

- Ginecomastia (Plástica mamária masculina)

O desenvolvimento excessivo das mamas causa constrangimento e vergonha para os homens ao ficar sem camisa na praia ou em clube ou até mesmo em seus relacionamentos íntimos.

Essa alteração pode ocorrer em qualquer fase da vida. Por questões hormonais, o crescimento exagerado das mamas costuma aparecer ainda na puberdade, porém é mais frequente nos homens com excesso de peso. O uso abusivo de anabolizantestambém é uma das causas.

O tratamento cirúrgico da ginecomastia consiste em remover parte do tecido glandular e da gordura ao redor do mamilo, que pode ser feita por lipoaspiração no local ou por uma pequena incisão na parte inferior da aréola mamária, ou ainda, por uma combinação desses procedimentos.

- Lipoaspiração/Lipoescultura

A lipoaspiração é a cirurgia realizada para remodelar áreas específicas do corpo, através da aspiração de depósitos de gordura localizada, utilizando-se cânulas. Quando é utilizada parte desta gordura removida para o preenchimento de algumas áreas de depressão no corpo, chamamos de lipoescultura.

Muitas vezes você pode ficar confuso(a), com diferentes nomes, como Hidrolipo, minilipo, lipolight, etc. Porém, não se engane com os nomes, todas são lipoaspiração. Há algumas variações, mas muitas vezes, são usados nomes distintos para se causar a idéia de algo diferente, objetivando “marketing”. O importante é a qualificação técnica do Cirurgião Plástico, que avaliará seu caso e proporá um procedimento baseado em segurança e bons resultados.

- Abdominoplastia

Ela tem o objetivo de remover o excesso de pele e de gordura na região do abdômen. Na maioria dos casos, a plástica de abdômen também restaura a porção muscular, através de suturas (pontos), criando um contorno mais gracioso e harmônico do abdome.

- Mini-abdominoplastia

É a cirurgia indicada para a correção da flacidez de pele e do acúmulo de gordura na região inferior do abdome, logo abaixo do umbigo. Costuma ser realizada em conjunto com a lipoaspiração da parte superior do abdome e dos flancos.

- Lifting de face

É a cirurgia realizada para atenuar alguns sinais visíveis do envelhecimento presentes na face e no pescoço, tornando a aparência mais jovem, leve e "descansada". Pode ser realizada em conjunto com a blefaroplastia (plástica de pálpebras), com o lifting de sobrancelhas e com o tratamento do pescoço.

É importante lembrar que o lifting de face não modifica a sua aparência básica e nem interrompe o processo de envelhecimento. Aliás, o cirurgião deve utilizar técnicas cirúrgicas para reposicionar os tecidos, respeitando as suas características faciais, a fim de não produzir uma face estigmatizada. Atualmente, é considerado um bom resultado cirúrgico, quando a cirurgia devolve a harmonia da face, trazendo equilíbrio e beleza, além de um aspecto rejuvenescido, porém sem produzir um rosto diferente.

- Lifting de sobrancelhas

É a cirurgia realizada para corrigir a queda das sobrancelhas por sobre as pálpebras, que conferem uma aparência de "cansaço" e um "olhar entristecido".

Através de incisões junto à implantação do cabelo ou logo acima das sobrancelhas, é possível fazer uma elevação do terço superior d face. O resultado é uma face com aparência mais jovem, leve e "descansada". Pode ser realizada em conjunto com olifting de face, com a blefaroplastia e com o lifting de pescoço.

- Blefaroplastia

A blefaroplastia é a cirurgia realizada para tratar o excesso de pele palpebral, bem como, em alguns casos, o excesso de bolsas de gordura palpebral.

É importante lembrar que o lifting de face não modifica a sua aparência básica e nem interrompe o processo de envelhecimento. Aliás, o cirurgião deve utilizar técnicas cirúrgicas para reposicionar os tecidos, respeitando as suas características faciais, a fim de não produzir uma face estigmatizada. Atualmente, é considerado um bom resultado cirúrgico, quando a cirurgia devolve a harmonia da face, trazendo equilíbrio e beleza, além de um aspecto rejuvenescido, porém sem produzir um rosto diferente.

- Otoplastia (correção de orelhas em abano)

É a cirurgia realizada para reduzir a proeminência das orelhas em relação à cabeça e melhorar a sua forma.

Pode ser feita com anestesia local e sedação.

- Prótese de queixo (mentoplastia)

A mentoplastia é a cirurgia na qual se faz a inclusão de um implante de silicone com o objetivo de aumentar a projeção do queixo em pessoas com queixo pequeno. O resultado é uma face mais equilibrada e harmônica. Pode ser associada a cirurgia nasal (rinoplastia) ou ao lifting facial.

- Lipoaspiração de região de submento ("papada")

É a cirurgia realizada para remover a gordura localizada logo abaixo do queixo, conhecida como "papada". É o procedimento ideal quando não há flacidez no pescoço, mas apenas gordura.

- Rinoplastia

A cirurgia plástica nasal (Rinoplastia) é uma cirurgia rotineira nas especialidades de Otorrinolaringologia e Cirurgia Plástica.

Está indicada a quando há desproporção do nariz em relação à face ou quando há desproporção dos elementos do nariz entre si. Melhor explicando: o nariz pode estar grande em relação a outros elementos da face ou ainda ter um tamanho proporcional à face, porém apresentar desproporções entre ponta e dorso, ou narinas alteradas. Também podem existir características que são consideradas feias pelo paciente, como por exemplo, uma giba (“corcova” no dorso nasal), uma ponta caída, narinas mal posicionadas, etc.

Custos das Cirurgias

O que norteia o nosso trabalho é a ética profissional e o compromisso com o bem - estar do paciente. Desse modo, entendemos que quem nos procura, deseja imensamente o tratamento que podemos oferecer. Sendo assim, oferecemos diferentes formas de custear os honorários profissionais, para que atendamos as necessidades de cada paciente individualmente. Você tem algumas formas de pagar os honorários médicos, inclusive dividir no seu cartão de crédito.

Se você tiver necessidade de submeter-se a uma cirurgia funcional (por exemplo, cirurgia do septo nasal), que é coberta pelo seu plano de saúde, e desejar corrigir alguma alteração estética ao mesmo tempo, poderá, a depender de cada caso, ter parte da cirurgia custeada pelo seu plano. O mesmo pode ocorrer com cirurgia de pálpebras ou ginecomastia, por exemplo.

Os Honorários da equipe médica são referentes ao Cirurgião Principal, ao Cirurgião Auxiliar, ao Médico Anestesista e ao Instrumentador Cirúrgico. O valor pago já inclui as avaliações pós- operatórias (consultas e curativos).

Contatos

Unidade Três Rios

  • (24) 2252-8612


  • Rua Mariano Procópio 221, Centro - Três Rios/RJ


Unidade Paraiba do Sul

  • (24) 2263-8826


  • Rua Barão do Piabanha 221, Centro - Paraiba do Sul/RJ


Rede social